Notícias Associadas

Energia Cidadã já está presente em 36 municípios de 7 territórios

28/08/2017
Fonte: Cemig

A Cemig lançou o Projeto Energia Cidadã, este ano, em 100 municípios mineiros, que estão recebendo o investimento para a substituição de lâmpadas ineficientes por lâmpadas de LED e geladeiras antigas por novas com menor consumo de energia. Ao todo, serão beneficiadas cerca de 100.000 famílias de baixa renda nesses municípios.. Essas famílias receberão cerca de 500 mil lâmpadas, e serão trocadas 4.000 geladeiras.

De acordo com Aline Pimenta Martins, engenheira de soluções energéticas da Cemig, os agentes do projeto visitam atualmente as residências para fazerem a troca das lâmpadas e a identificação das geladeiras em condições de troca. 

O Projeto Energia Cidadã tem como objetivo substituir equipamentos de alto consumo (lâmpadas, geladeiras e chuveiros) por outros mais eficientes e econômicos, reduzindo o consumo e a demanda de energia nas casas dos consumidores de baixa renda de Minas Gerais. Além disso, os consumidores são orientados sobre o uso eficiente e seguro da energia elétrica. O projeto faz parte do Programa Energia Inteligente, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que visa desenvolver projetos de eficiência energética junto às famílias de baixa renda, hospitais, entidades sem fins lucrativos, instituições educacionais e órgãos públicos com a finalidade do uso racional de energia elétrica e equipamentos eficientes.

Municípios contemplados

O Energia Cidadã está atendendo os municípios dos territórios de desenvolvimento Norte, Médio e Baixo Jequitinhonha, Vale do Aço, Caparaó, Vale do Rio Doce, Noroeste e Vertentes.

Os municípios já contemplados são Ponte Nova, Japonvar, Vermelho Novo, Almenara, Mirabela, Oratórios, Diogo de Vasconcelos, Taiobeiras, Itaobim, Catas Altas da Noruega, Manga, São José do Goiabal, Bom Jesus do Galho, Jequitinhonha, Medina, Córrego Novo, Comercinho, Pingo D’Água, São Francisco, Porto Firme, Rio Pardo de Minas, Pedra Azul, Chapada Gaúcha, Joanésia, Araçuaí, Rubim, Antônio Dias, Jequitaí, São Domingo das Dores, Santo Antônio do Jacinto, Jacinto, Gameleiras, São Sebastião do Anta, Periquito, Fruta de Leite, Januária, Santa Maria do Salto, São Geraldo da Piedade e Santo Antônio do Retiro.

Próximos passos

O Projeto Energia Cidadã vai continuar com o cronograma de lançamentos, com a previsão de mais 55 municípios atendidos até o final do ano. A seleção dos municípios é feita com base em critérios de número de famílias, priorizando os locais com maior número de população de baixa renda.



[ topo ]